Cuidados com as promoções evitam diversos transtornos

Quem gosta de preços baixos não deixa passar oportunidades quando surge uma promoção, mas é preciso estar atento aos anúncios para não cair na armadilha de comprar uma coisa pensando que era outra. Nada melhor que se informar e ser cauteloso no momento da compra.

São tantas promoções que podem surgir que se torna cansativo selecionar a melhor oferta, então a dica é primeiro definir qual produto será comprado e as características dele e se adaptar aos produtos semelhantes que aparecem em uma oferta imperdível.

A pressa é um dos fatores que mais prejudicam quem está ávido por adquirir um produto porque acaba não percebendo os preços disfarçados. De acordo com Vinícius Zwarg, advogado especialista em direito do consumidor e sócio do escritório Emerenciano, Baggio e Associados, um dos maiores problemas das promoções são os preços maquiados.

Um preço maquiado é quando uma empresa que vende produtos aumenta os valores e posteriormente abaixa fazendo o cliente pensar que existe um desconto real na suposta promoção. A prática é um dos problemas que pode ser encontrado em eventos como a Black Friday, sem considerar o princípio da boa-fé, quando não existe intenção de frustrar a expectativa da outra pessoa, de enganar ou lesar.

Outras causas que podem causar transtornos são fraudes, publicidade enganosa, descumprimento da oferta e vício na prestação de serviços, esses inconvenientes podem fazer parte dos possíveis problemas da data.

Quando as ofertas parecem ser tão atrativas e os consumidores tão atraídos, é importante antes de comprar, pesquisar o preço do produto. Em alguns sites é possível verificar a oscilação dos preços que podem acontecer nos últimos meses. No momento da compra escolher as empresas que são conhecidas por sua boa reputação é uma ótima maneira de garantir uma boa promoção.

Nem todas as empresas estão fazem promoções, observar o preço dos produtos é uma boa forma de comparação com o que estão sendo praticados fora da promoção. É importante entender que a loja física e a loja virtual não têm a obrigação de ter o mesmo valor para os mesmos produtos, uma vez que existem custos diferentes para cada meio de compra.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *